“Não terá bloqueio”: Coréia do Sul diz que irá apoiar negociações de criptomoedas

A impressionante recuperação do  continuou nesta terça-feira, a principal criptomoeda do mundo, depois que os reguladores sul-coreanos sinalizaram que apoiarão ativamente o que eles chamaram de “corrente” das transações.

Em uma mudança na opinião que anteriormente insinuava uma proibição absoluta das exchanges de , Choe Heungsik, governador do Serviço de Supervisão Financeira da Coréia do Sul, disse aos repórteres que quer ver o comércio de criptomoedas normalizado e disse que a FSS está se esforçando para isso. O Bitcoin subiu 5,8% para US $ 11,557 (no momento da postagem).

Esse anúncio levou o Bitcoin a quase dobrar o recorde de baixa de preço US $ 5.922 em 6 de fevereiro, a valorização do bitcoin também influenciou nas altcoins que também subiram, com Litecoin saltando 8%. As criptomoedas haviam desvalorizado durante a maior parte do mês de janeiro, durante a crescente preocupação de que os reguladores iriam reprimir o mercado de criptos, mas a tendência de queda reverteu depois de um bem-recebido consenso do Senado dos EUA e um tom mais conciliador da Coréia do Sul.

“A Coréia do Sul não proibiu o Bitcoin”, disse Arthur Hayes, diretor executivo da BitMEX, uma plataforma de negociações de criptomoedas. “O bitcoin valorizou quase o dobro nas últimas semanas, e acho que muitas dessas pessoas estão entendendo o fato de que bloquear o Bitcoin não vai dar certo”.
De acordo com Choe, o governador do Serviço de Supervisão Financeira da Coréia do Sul, estabelecer um sistema com nomes reais dos usuárioss e diretrizes para combater a lavagem de dinheiro estarão entre os esforços para normalizar a negociação das criptomoedas,

Guia do Bitcoin

Leave a comment

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.