Cryptic Labs convida economistas com Prêmio Nobel ao bordo para impulsionar a educação Blockchain

O Cryptic Labs, um laboratório de pesquisa focado em Blockchain, nomeou dois ganhadores do Prêmio Nobel de Economia para seu conselho a fim de expandir sua expertise em blockchain, anunciou a empresa em um comunicado de imprensa na segunda-feira, em 10 de setembro.

A Cryptic Labs, que diz que sua missão é “solucionar problemas fundamentais de segurança para promover o crescimento da tecnologia blockchain”, nomeou Dr. Eric S. Maskin e Sir Christopher Pissarides para seu Conselho consultivo de economia.

Juntos, diz o comunicado de imprensa, eles vão adicionar expertise em macroeconomia entre outras áreas para abordar o estado atual do conhecimento do funcionamento potencial e interno do blockchain.

O comunicado afirma que as contratações “fornecerão insights sobre mecanismos de incentivo, teoria dos jogos e políticas macroeconômicas, reforçando a missão do instituto de abordar a falta de conhecimento sobre a indústria blockchain em ambas as áreas”.

O cientista-chefe Dr. Whitfield Diffie, cujo nome ganhou destaque nos círculos de cripto depois que ele ganhou o Turing Award de 2015, já está trabalhando na equipe do Cryptic Labs.

Comentando a sua nomeação, Pissarides manteve-se equilibrado sobe as perspectivas do blockchain, observando:

“O Blockchain é a invenção mais empolgante dos mercados financeiros nos últimos anos, mas ainda não sabemos o suficiente sobre isso para recomendar uma transição completa de todos os nossos registros de transações para o blockchain.”

O tema da lacuna entre o interesse e a expertise do blockchain permaneceu um ponto de discussão este ano. A pesquisa sobre blockchain da Deloitte em 2018 revelou, entre outros dados, que mais de 70% dos executivos se consideram “excelentes” ou “especialistas” na área do blockchain.

Ao mesmo tempo, algumas empresas têm atraído deprezo por alterar seus nomes e incluir termos relacionados ao blockchain sem integrar a tecnologia.

Via:
Cointelegraph

Leave a comment

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.